Projeto de ressegregação das massas recebe parecer contrário de auditor

O Projeto de Ressegregação das Massas (PL 007/19), enviado à Câmara de Vereadores de Porto Alegre pelo governo Marchezan, recebeu parecer contrário do auditor-fiscal de órgão previdenciário nacional, Alan dos Santos de Moura, na tarde desta terça-feira (10/9). O parecer foi remetido à Subsecretaria de Previdência Social, onde se encontra em fase de estudos.

 

A proposição do PLCE 007 é de “ressegregação de massas” e inclui 1.029 pensionistas do regime de partição simples para o fundo de capitalização, sem estabelecer quando, nem como, o fundo seria ressarcido dos recursos emprestados para a cobertura dos pagamentos das pensões absorvidas.

 

O projeto já havia recebido parecer contrário do Conselho de Administração do Previmpa, por 18 votos a 01, com uma abstenção. Os diretores do Simpa, que integram o Conselho, votaram pelo parecer contrário.

 

 

Leia também:

Simpa contra o assalto ao fundo previdenciário

Projeto de Marchezan é ilegal e prejudicial à Previdência Capitalizada

Artigo da Astec: Ressegregação de massas – a mais nova ameaça à nossa previdência

Mais notícias

TJ-RS nega extinção da Licença-prêmio da Lei Orgânica

Mais um direito assegurado à categoria municipária. Foi acatada pelo…

Nota do Simpa sobre a extinção do Imesf

O descaso e a irresponsabilidade da gestão Marchezan estão escrevendo…

Simpa busca, na Justiça, barrar o caos nos serviços essenciais

Foto: Priscila Lobregatte/Simpa As mudanças impostas…