Férias do magistério: Simpa informa MPC sobre descumprimento de cautelar por parte da Smed

Reunião MPC_13fev20_PL (3)_ED

Nesta quinta-feira, 13/02, o Simpa se reuniu com o procurador-geral do Ministério Público de Contas, Geraldo Da Camino, para informar sobre o descumprimento, por parte da Secretaria Municipal da Educação, da medida cautelar requerida pelo órgão e deferida pelo conselheiro Iradir Pietroski, do Tribunal de Contas do Estado, que garante a reprogramação das férias dos servidores e, se necessário, a reorganização do calendário escolar.

 

Diante da atitude da Smed – que afronta a autonomia escolar, o direito às férias e a decisão do Tribunal de Contas do Estado –, o Simpa orienta as escolas a reunirem seus conselhos e que, com base no princípio da autonomia escolar, façam a readequação dos seus respectivos calendários, garantindo os 30 dias de férias.

 

Decisão do TCE

 

No dia 06/02, o Tribunal de Contas do Estado emitiu medida cautelar determinando que o secretário municipal de Educação reprogramasse as férias e, se necessário, o calendário escolar da rede municipal. Também intimou o secretário para que se manifestasse, no prazo de 15 dias, acerca dessa decisão “comprovando perante esta Corte a determinação ora estabelecida”.

 

A decisão é resultado de requerimento datado de 1º de fevereiro, assinado pelo procurador-geral Geraldo Da Camino, do Ministério Público de Contas, após denúncia levada ao órgão pelo Simpa.

 

 

 

Veja abaixo a orientação da direção do Simpa

 

 

Saiba mais:

Vitória da autonomia escolar: TCE determina reprogramação das férias contra medida da Smed

 

MPC requer medida cautelar em defesa do direito às férias e autonomia escolar

Simpa se reúne com MPC para tratar das férias do magistério

Ministério Público cobra esclarecimentos da Smed quanto convocação em férias

 

Mais notícias

AGENDA

set
30
qua
11:00 Ato Unificado em Defesa da Vida,... @HPS - Hospital de Pronto Socorro de Porto Alegre
Ato Unificado em Defesa da Vida,... @HPS - Hospital de Pronto Socorro de Porto Alegre
set 30@11:00
Ato Unificado em Defesa da Vida, da Educação e da Segurança @ HPS - Hospital de Pronto Socorro de Porto Alegre | Rio Grande do Sul | Brasil
Não podemos deixar que Bolsonaro acabe com os serviços públicos prestados à população. Novamente, o presidente atua para prejudicar quem mais precisa, para atacar os servidores e para entregar os serviços à iniciativa privada. Sem[...]

SIMPA TV

AÇÕES JURÍDICAS

ASSISTÊNCIA JURÍDICA

COMBATE AO ASSÉDIO