Simpa protocola “Manifesto em Defesa da Vida”, na Smed e no Paço Municipal

Foto: Mariana Pires

Para comunicar, mais uma vez, ao governo municipal que não é possível retornar às aulas presenciais sem ampla vacinação e as devidas medidas de segurança sanitária nas escolas, o Simpa e a Atempa realizaram um ato simbólico, nesta sexta-feira (30). Logo após a manifestação, foi protocolado, na sede da Secretaria Municipal de Educação (Smed) e no Paço Municipal, o Manifesto em Defesa da Vida, endereçado ao prefeito Sebastião Melo.

 

A diretora do Simpa, Luciane Pereira, abriu o ato reafirmando que não é momento do retorno presencial e cobrou responsabilidade dos governantes pela vida das pessoas, assim como diz no manifesto entregue: “A vida tem valor absoluto e inegociável. Mas, tem sido lamentavelmente relativizada por governantes como Jair Bolsonaro, Eduardo Leite e Sebastião Melo”.

 

Segundo Luciane, o governador do RS burlou a decisão da Justiça. Simplesmente mudou a bandeira preta para vermelha, sem considerar as estatísticas que comprovam o pior momento da pandemia no Estado, com falta de leitos de UTI e caos na Saúde. Para ela, “vidas não se negociam. O ano letivo se recupera, mas as vidas não”.

 

CALENDÁRIO DA SMED

Nesta manhã, a direção do Simpa tomou conhecimento do novo calendário apresentado pela Smed com as datas previstas para o retorno de todos os anos e modalidades de ensino, ainda no mês de maio. A diretora do Simpa, Cindi Sandri, ficou surpresa e afirmou, no ato simbólico, que para haver um retorno presencial tem que ter vacina, alimentação para as famílias em vulnerabilidade e medidas de segurança pré-estabelecidas.

 

“Nós estamos trabalhando muito na pandemia, apesar de estarmos sem estrutura e usando os nossos aparelhos eletrônicos para isso. As educadoras e educadores nunca pararam e nada foi feito por este governo para possibilitar a inclusão digital”, afirmou Cindi.

 

Na próxima segunda-feira (3), o Simpa realizará assembleia geral on-line para definir a situação da categoria, que está em estado de greve.

 

MANIFESTO EM DEFESA DA VIDA

Mais notícias

COMBATE AO ASSÉDIO