Base governista manobra e força aprovação de redação final do PoaPrev

Na sessão plenária da Câmara Municipal desta quarta-feira, 7 de novembro, foi aprovada, por 16 votos a nove, a redação final do projeto de lei 7/2018, que cria o PoaPrev, seguindo agora para sanção do prefeito. A aprovação foi possível graças a uma manobra da liderança do governo, que atropelou os procedimentos internos e colocou a matéria na ordem do dia.

 

Para ser votada em plenário, a redação final deve passar primeiramente pela CCJ e, segundo a base governista, a CCJ não teria cumprido o prazo de três sessões para apreciação da matéria. A Comissão, por sua vez, ainda não havia apreciado o texto por estar pendente de apreciação o requerimento de renovação de votação, apresentado pelo vereador Mauro Zacher (PDT) logo após a aprovação do PL, ocorrida no dia 6 de agosto.

 

Desde o começo da tramitação, o Simpa tem se posicionado contrariamente ao PL e buscado dialogar com a Câmara a fim de rejeitá-lo por entender que a proposta causa prejuízos à cidade e à categoria municipária. O próprio Conselho de Administração do Previmpa emitiu parecer contrário à criação do PoaPrev.

 

O PL 07 adota um plano de “contribuição definida com benefício indefinido” e não prevê cobertura previdenciária. Quando acaba o saldo do funcionário, ele não terá mais direito algum para resgate. E pior, se houver retirada maciça de recursos aplicados por parte dos investidores da fundação POAPrev, o fundo pode quebrar de uma hora para outra.

 

Além disso, o PoaPrev necessita de um gasto inicial de R$ 10 milhões para o seu funcionamento. Os municipários criticam a utilização de recursos públicos em uma medida desnecessária, ainda mais em um período que a prefeitura parcela o pagamento do salário do funcionalismo e o prefeito adota discurso de crise para sucatear os serviços públicos.

Mais notícias

Simpa propõe solução em rede para enfrentar violência nas escolas

Foto: Mariana Pires / Simpa Na…

Pais buscam saídas para fim das vagas na escola Pica-Pau Amarelo

Na contramão da necessidade de se investir mais em educação…

Municipárias aposentadas denunciam problemas da cidade na 64ª Feira do Livro

Nesta terça-feira, 13 de novembro, o Núcleo de Aposentados do…